Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vida de Sonho

Todos os dias temos uma decisão a tomar: o que vou fazer com a minha vida? Por aqui registo reflexões sobre essa guerra.



Quarta-feira, 13.04.16

Daily journal - 13/04/2016

Ontem foi um dia interessante. Depois de um início de dia a pensar na questão profissional, o resto do dia foi produtivo, com bons avanços em alguns temas importantes e terminou com um pequeno evento com um dos administradores da empresa.

Hoje, reunião magna da empresa, para vermos como foi 2015 e perceber a perspetiva de longo prazo com os objetivos até 2020. Estou animado.

No meio disto tudo, uma luz surgiu na minha cabeça. Desde os primeiros tempos na empresa que criei uma ideia na minha cabeça: onde estou, as minhas possibilidades de ascenção são limitadas ao ponto x. E a verdade é que essa ideia, essa crença, acaba por criar um limite mental, auto imposto, que condiciona a nossa performance e postura no trabalho. Preciso regressar a essa história que contei a mim próprio, repensar, reconstruí-la e abrir possibilidades ao meu interior.

No entanto, há uma aparente contradição. À medida que o lado espiritual é mais trabalhado, o meu lado frugal fica mais forte. Na verdade, menos é mais. Menos coisas, menos materialismo, é mais liberdade. E liberdade é o que eu quero. Preciso clarificar que sucesso no trabalho é realização pessoal e rendimento significa maior proximidade da liberdade.

Muito trabalho pela frente.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Vida de sonho às 09:41

Terça-feira, 12.04.16

Daily journal - 12/04/2016

Preciso perceber o que estou a sentir em relação ao trabalho. Algum sabotador está em ação, mas ainda não o consigo identificar. O lado racional faz o plano, concretiza o que é preciso fazer, mas depois a execução não é totalmente satisfatória. A implementação é feita à custa de força de vontade, o meu interior não acredita no que está a fazer.

E porquê? É isto que preciso perceber. Será medo do sucesso? Estou num caminho de alguma frugalidade, percebo que quanto mais simples a minha vida mais livre estou. Mas assegurar as minhas responsabilidades durante o horário de trabalho não restringe a minha liberdade; pelo contrário, quanto mais eficaz, mais livre. Ou será que não quer mais? Sente-se bem assim? A eterna resistência à mudança? Não propriamente, porque mudança é igual a evolução e tenho reagido bem. Largar o passado? Aqui sim, é mais complicado. Libertar do que fizemos nos últimos anos não é fácil.

Preciso focar-me nesta reflexão nos próximos tempos, porque passar para o próximo nível, este ano, implica ultrapassar este bloqueio. NLWC (Next Level of World Class) está do outro lado deste obstáculo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Vida de sonho às 09:57

Segunda-feira, 11.04.16

Daily journal - 11/04/2016

Foi um fim de semana de passeio até ao sul para o casamento da Mary Jo. Além de gostar do estado zen das estadias pelo alto Alentejo, também as viagens de carro são interessantes. São mais de 3 horas em que tudo pára. Se estamos dentro do carro, as pequenas ocupações e preocupações mentais do dia a dia desaparecem. Nada podemos fazer quanto a elas, portanto, a nossa mente descansa, relaxa, vagueia, enfim, permite-se alguma liberdade.

Em consequência, não é de admirar que hoje esteja calmo, relaxado, preparado para mais uma semana de trabalho e reflexão. O lado espiritual é prioritário em 2016 e prevejo que continue por outros anos mais. É um caminho sem fim. Saber o que queremos, buscar o autoconhecimento, a nossa essência, o nosso melhor ser, é uma jornada de anos, de uma vida. Sejamos capazes de nos reinventar, de nos desafiar, de saborear a magia que é estar vivo.

E o esforço espiritual apresenta impactos importantes na forma como vejo o trabalho. O trabalho não é algo que fazemos das 09 à 17h para obter um rendimento, mas sim a forma como queremos ocupar a nossa vida. A nossa vida é demasiado preciosa para nos arrastarmos 7, 8, 9 horas por dia a fazer algo de que não gostamos, com medo de errar, do que os superiores vão dizer ou fazer, etc... Há muita dor no mundo do trabalho e não quero isso em definitivo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Vida de sonho às 09:46

Sexta-feira, 08.04.16

Daily journal - 08/04/2016

Semana turbulenta... Robin Sharma tem uma frase que reza: change is hard at first, messy in the middle and beautiful at the end. Pois é, estou na fase messy, no que diz respeito ao trabalho.

Hoje, no meu trajeto para o local de trabalho, tive uns breves minutos de reflexão espiritual. É-nos dada a possibilidade de viver, o que é algo mágico, um privilégio maravilhoso. Poder ter esta experiência é algo que me comove, mexe comigo. Sendo assim, o que queremos fazer da nossa vida? Vamos ser dignos desta dádiva e usufruir desse milagroso instante. No momento em que penso nisso, a questão menos horas de trabalho vem imediatamente à tona e tenho aquele feeling que sim, faz isso, é uma decisão correta. E a verdade é que posso em definitivo fazer com isso aconteça. Posso melhorar a minha produtividade e encurtar o tempo de serviço na empresa sem prejudicar a performance. Pelo contrário, posso melhorar a performance, se outros aspetos da minha vida melhorarem. Agora, quero colocar isto em prática ou não? Quero focar-me no que cria valor para a empresa e dar impacto ao meu trabalho ou não? Ou quero estender-me horas sem fim, com menor produtividade, a desperdiçar tempo? Para pensar, pensar, pensar e atuar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Vida de sonho às 09:48

Quinta-feira, 07.04.16

Daily journal - 07/04/2016

O dia começa sempre muito melhor com sol e quando o exercício matinal corre sem interrupções. Hoje é um desses dias... Além disso, estou a ler o entusiasmante Líder Sem Título, que é um poço de motivação, reflexão, agitação interior.

Este ano, o lado espiritual está a ter um peso muito forte. E isso é uma evolução natural, porque à medida que pretendemos evoluir percebemos que só alinhados com a nossa essência temos a força interior necessária para acreditar e nos mantermos fiéis à nossa visão. Também só assim somos consistentes e enfrentamos os obstáculos que nos surgem no caminho.

Este primeiro trimestre permitiu-me articular melhor o que realmente quero: liberdade. Agora, falta caminhar nesse sentido e quando o quadro começar a ficar mais definido, acreditar profundamente e aí tudo acelera.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Vida de sonho às 09:36

Quarta-feira, 06.04.16

Daily journal - 06/04/2016

Tempo mais curto para o meu diário hoje, o que é uma pena. Não podia deixar de referir que hoje inicio a leitura do livro de abril: O Líder Sem Título, do meu amigo Robin Sharma. Só li o primeiro capítulo e já estou "on fire". É lógico que acompanhar o trabalho do autor ajuda muito, porque conheço os conceitos e fazer uma revisão, um contacto adicional, é muito poderoso, porque reforça o conhecimento, o entendimento e o impacto. Pois é, prevê-se mais uma leitura entusiasmante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Vida de sonho às 10:14

Terça-feira, 05.04.16

Daily journal - 05/04/2016

Passo a passo, dia após dia, reflexão em reflexão, as coisas ficam mais claras. Começo a saber o que quero - na verdade sempre soube - mas agora limpo as influências externas, torneio o ego e permito que o consciente aceite o que a minha essência tem para dizer. O que quero é liberdade, fazer o que quero, quando quero, com quem quero, ser bom pai e marido, a melhor pessoa possível. Hoje é um dia para lembrar, porque esta articulação que estava a vaguear na minha mente ganhou vida, impôs-se na minha existência.

Também fiz uma análise de um minuto sobre o comportamento da minha carteira de ações em março. Desvalorizou meia-dúzia de Euros. Num mês de subidas no PSI, foi um resultado fraco. É claro que pelo meio fechei algumas posições com perdas ligeiras, que me libertaram de preocupações, mas a frieza dos números é que nos deve guiar no temas do dinheiro: muitas horas mentais, poucos resultados. Mas o tema é estratégico e estou a aprender, o panorama vai virar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Vida de sonho às 10:00

Segunda-feira, 04.04.16

Daily journal - 04/04/2016

Após uma semana mais complicada é altura de arregaçar as mangas e fazer desta algo muito melhor. A tentativa de crescer, evoluir, tem custos. Mudar custa, sair da nossa zona de conforto gera resistências interiores, evoluir na espiritualidade coloca-nos em contacto com o tempo desperdiçado no passado, enfim, saudáveis dores de crescimento.

Saudáveis, porque, aos poucos, vamos arrumando os temas, construindo a vida à nossa medida e isso faz-nos sentir melhor, mais calmos, serenos, em harmonia com o mundo. Estabilizei 3 pontos importantes para mim, leitura, alimentação e exercício. São temas que me dão prazer quando penso neles e não frustração. Há 2 anos eram temas que me causavam a dor de os sentir sacrificados no altar da vida, das responsabilidades, da família. Mas hoje nada isso foi prejudicado, recuperei essas áreas importantes e estou mais feliz. Estou também a trabalhar noutras áreas - trabalho, dinheiro, família -  e também essas vão evoluir positivamente. Porquê? Porque eu decidi que sim. Porque decidi por mãos à obra. Porque comecei a agir para fazer acontecer, em vez de esperar que caíssem do céu.

Porque temos imensas capacidades de realização, tudo depende do empenho que decidimos colocar nas nossas ações. Acima de tudo, vamos agir ou reagir?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Vida de sonho às 09:03

Sexta-feira, 01.04.16

Daily journal - 01/04/2016

Hoje ressaco de uma noite mal dormida e um dia com pouco ânimo. Ontem passei o dia em esforço e nesses dias difíceis contacto com as minhas dores. E a minha dor existe, felizmente, em áreas com possibilidade de intervenção: trabalho e dinheiro.

O trabalho é o meu principal desafio. Não há volta a dar, percebo claramente que não dou o meu melhor, estou longe do meu pontecial. A diferença de empenho entre trabalho, hobbies, alimentação e exercício é monstruosa. Fosse a dedicação a mesma, tudo seria muito diferente - para melhor. E, na verdade, sou uma pessoa responsável, com dedicação e empenho. Mas falta paixão, entrega, procura de desenvolver o meu potencial. O que fazer? O que fazer? O que quero da minha vida profissional? Como quero passar os meus dias? Em esforço, conformado com o nível de rendimento atual e que vai permitindo viver? Ou vivo, com o meu interior a vibrar com o que faço? E o que me fará vibrar?

A verdade é que vários temas da minha vida estão bem orientados/alinhados com os meus objetivos (alimentação, exercício, leitura, gestão financeira, etc...). Agora sobra o mais difícil, mas também tenho mais foco disponível para o trabalhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Vida de sonho às 09:50

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.