Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Sonho

Todos os dias temos uma decisão a tomar: o que vou fazer com a minha vida? Por aqui registo reflexões sobre essa guerra.

Vida de Sonho

13
Mai16

Daily journal - 13/05/2016

Vida de sonho

Grande impacto, esta leitura do livro de Bob Proctor. Hoje passei pela parte de assumir riscos e como isso é diferente de irresponsabilidade. Ler, aprender, é algo que faz a diferença. Alarga a nossa capacidade de perceber a nossa vida e o mundo, logo, de sermos mais felizes.

Novo dia com energia e novas ideias, portanto, ao ataque na continuação do caminho. Fui ter a uma frase clássica, mas de uma forma mais profunda, mais sentida: o que eu tenho é o agora. O passado já era e futuro é incerto. Eu sei que acordei com saúde e energia, mas não sei o que a vida me reserva nas próximas horas, portanto, o que eu tenho é o agora. Questão: o que quero fazer com este agora?

Esta é a questão do ano. Esta é a questão da minha vida. Esta é a minha busca.

12
Mai16

Daily journal - 12/05/2016

Vida de sonho

A semana está a correr bem. Tudo sereno em casa, exercício e alimentação sem grandes desvios, nova dinâmica no trabalho, leitura entusiasmante.

Este parágrafo já seria suficiente como entrada num diário. Afinal, que mais queremos? Queremos muito mais, claro. Mas desde que estes tópicos estejam bem (e saúde a ajudar, claro).

A formulação do que eu quero tem evoluído e cheguei a um ponto em que o que desejo é ser livre. Ser livre é, de facto, poder viver a vida de acordo com a minha visão, os meus valores. Na minha mente consigo ver perfeitamente o sentimento que procuro: felicidade, energia, possibilidades... Vamos a isso!

11
Mai16

Daily journal - 11/05/2016

Vida de sonho

A noite de sono foi melhor, portanto, acordei com uma disposição bem diferente. Estava a pensar com os meus botões como o contacto com os conceitos das lei da atração são estimulantes. Autores como Jack Canfield ou Bob Proctor colocam-nos em contacto com possibilidades, estímulos para vivermos os nossos sonhos e utilizar a imaginação, sem esquecer que temos que fazer o trabalho para que tudo se torne realidade. Nascemos para vencer, para realizar projetos. Precisamos definir o que queremos, acreditar que é possível e pôr a mão na massa.

A leitura atual está a fazer-me bem e a relançar a dinâmica, o acreditar.

Ao mesmo tempo, a alteração no trabalho também ajuda. Com uma dinâmica de maior presença, acompanhamento mais próximo e cunho virado para a ação, há resultados que podem aparecer. E não há melhor estímulo do que esse.

 

10
Mai16

Daily journal - 10/05/2016

Vida de sonho

Hoje o dia iniciou de forma diferente. Rotina matinal condicionada pela descendência e leitura de uns posts muito interessantes.

Estou a ler Bob Proctor, estudioso há mais de 50 anos da mente e da lei da atração. É muito interessante, porque abre-nos a mente para possibilidades. Tudo está ao nosso alcance, precisamos de imaginar, desejar e agir. A questão é que somos condicionados para seguir o modelo social e isso é completamente o oposto do que nos levará a concretizar os nossos sonhos.

Fica o link para um post muito interessante:

http://www.proctorgallagherinstitute.com/11405/how-to-think-into-a-result

09
Mai16

Daily journal - 09/05/2016

Vida de sonho

Início de nova semana com energia e determinação. Já iniciei o livro de maio, de Bob Proctor, Your Were Born Rich, e-book oferecido no site da Fundação. Estamos no âmbito da lei da atração, portanto, muito estimulante quanto ao que é possível fazer na nossa vida.

O mais importante a registar hoje é o regresso a um estado enérgico, com vontade de fazer coisas. É uma consequência dos últimos dias, onde já tinha notado algumas alterações, mas também tive mais uma faísca na sexta-feira. O bónus relativo a 2015 ficou em linha com o anterior. É bom, mas numa conjuntura de aumento não deixa de nos fazer pensar. Claro que não ficamos satisfeitos, mas temos de ter consciência do que fizemos e assumir que o que acontece tem muito a ver com os nossos atos. Ação - reação. Se não quero que isto se repita, tenho que fazer algo.

O que está mais claro é a minha vontade de exprimir o meu potencial e, na verdade, é isso que eu quero, é isso que me trará felicidade.

06
Mai16

Daily journal - 06/05/2016

Vida de sonho

Termina uma semana que sinto ser de viragem. Abril foi um mês difícil, porque olhei mais fundo para mim, olhos nos olhos, enfreitei algumas verdades mais duras e sofri com isso. Agora, estou mais confortável com esse processo e essas revelações, como tal essas sensações já não são tão dominantes ao ponto de mitigar ou ofuscar as coisas boas que também estão a acontecer. Para além disso, o sol e o calor de maio são revigorantes, ao que se junta a alteração no meu exercício matinal que me está a dar muito gozo.

Há aqui outro aspeto a considerar: a leitura. Em abril li o Líder sem Título, de Robin Sharma, o que fiz em poucos dias. Depois disso, houve algum vazio nas leituras e sinto falta. Ler é aprender e aprender é o que verdadeiramente me entusiasma. Houve défice de leitura em abril.

Assim, a semana termina com otimismo revigorado, mais conforto comigo próprio. Senti o meu corpo a pedir descanso físico, já que a mente tem sido bem tratada e a meditação está a decorrer a um ritmo estável. No meu interior, a convicção de que é possível concretizar os meus sonhos cresce e isso costuma levar a avanços.

05
Mai16

Daily journal - 05/05/2016

Vida de sonho

O corpo está a pedir descanso, acordar de manhã está a ser complicado. O controlo alimentar também pode não estar a ser o melhor e talvez os níveis de energia estejam abaixo do desejável. Necessito revisitar os meus pressupostos nutricionais.

Mais um dia com boa vibe, especialmente fruto do lado profissional. As expetativas positivas com a mudança começam a dar sinais de se poderem tornar realidade e isso dá motivação adicional.

Também a reflexão sobre a vida continua. O facto é que procuro o sentido da vida. Os momentos de meditação são momentos de paz e tranquilidade, momentos de encontro comigo próprio e quando terminam estou bem melhor. Aos poucos, as coisas ficam mais claras, só me falta tornear o meu ego que continua a bombardear-me com os shiny toys (expressão de Robin Sharma). Dia após dia, semana após semana, mês após mês, ano após ano, vou aproximar-me da minha essência. Nessa altura tudo fará sentido...

04
Mai16

Daily journal - 04/05/2016

Vida de sonho

Novo dia a começar bem. Saí da cama, exercício, mimos à família e saída com energia, embora com um pouco de sono. A meditação tem sido difícil nos últimos dias, mas hoje é a reviravolta.

Ontem comprei um livro sobre SQL. O objetivo não é tornar-me um programador, mas conhecer a linguagem e as suas possibilidades é um alargar de horizontes. Permite-nos perceber melhor o funcionamento de muitos softwares e facilita a forma como abordamos tabelas e necessidades de informação. Mudamos de uma postura de receio, insegurança e incerteza para possibilidades.

Hora também de escolher o livro de maio. Hesito entre repetir um de Jack Canfield ou escolher um livro de outro género. Estou a ver se compro o Soul Shifts de Barbara de Angelis, mas não está fácil de encontrar. Só na Wook e compra via internet.

Bem, vamos ao ataque, porque há trabalho para fazer.

03
Mai16

Daily journal - 03/05/2016

Vida de sonho

Hoje o dia iniciou com ânimo renovado. A noite não foi muito longa, mas o exercício correu bem e tive um trigger. Passei por uma conta no instagram de alguém que mudou a sua vida de um emprego 9 às 5 para fazer as coisas de que verdadeiramente gosta.

Cada um sabe de si e o peso de uma família gera alguns travões, mas o facto é que posso ser mais produtivo, passar menos horas na empresa e investir mais nos meus hobbies, bem como no meu futuro. Não faz sentido fazer o que estou a fazer para depois ficar horas e horas na empresa. Vamos dar o nosso melhor no menor número de horas possível e aproveitar a vida, desenvolver outras coisas que nos apaixonam, avançar com os nossos planos.

02
Mai16

Daily journal - 02/05/2016

Vida de sonho

Começa novo mês com sol e um dia bonito. Hoje já acordei com luz do dia, o que é muito agradável, ajuda a despertar e a "energizar".

Novo mês, nova realidade no trabalho. Mudança de estrutura e liderança, com muita expetativa que coisas boas vão acontecer. Assim seja.

Fim de semana com altos e baixos. Bons momentos de socialização, mas incompleto dentro de portas. Compras por fazer, algumas coisas por arrumar, enfim, é muito bonito ter almoços, jantares, festas e convívios, mas quando os aspetos críticos não estão bem de nada serve. Sem as fundações, o suporte, o que está para cima perde valor.

Não gosto de começar assim a semana...

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D