Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Sonho

Todos os dias temos uma decisão a tomar: o que vou fazer com a minha vida? Por aqui registo reflexões sobre essa guerra.

Vida de Sonho

16
Jun17

Daily journail - 16/06/2017

Vida de sonho

Quarta-feira passada foi um dia importante. O noção da nossa essência como realidade separada de corpo e mente foi reforçada. Se até agora era um conceito sobre o qual estava a meditar, num momento do dia surgiu-me uma imagem da pessoa que penso ser como uma forma separada da minha consciência, que a observava (corpo, pensamentos, sentimentos, etc...). Foi um momento muito poderoso, muito intenso, de consolidação e aprofundamento desse conceito.

Foi uma ideia a que regressei durante o feriado, nos poucos momentos em que tive oportunidade de pensar, o dia foi muito intenso.

Este processo também demonstra o que tenho aprendido sobre a mente e o funcionamento do ego. Este caminho espiritual está a abastecer a mente de novos conceitos. Como é um processo que já decorre há 2 anos, os conceitos sedimentam-se, com 2 impactos. Aprofundo a compreensão e integram-se na minha visão da vida e correspondente prática no dia a dia.

13
Jun17

Daily journal - 13/06/2017

Vida de sonho

Feriado na capital, mas com um mail do chefe antes das 08h00 para me manter ocupado. Eh! Eh! Apeteceu responder se devia desejar bom feriado ou bom trabalho.

Mas o episódio, naturalmente, originou reflexão. Nada sei sobre a vida pessoal, a sua visão da vida, a suas prioridades, sonhos e objetivos. Mas enviar um mail de trabalho madrugador no feriado de Santo António é significativo. Bom, mas se alguém me ligasse às 06h30 eu estaria acordado, pronto a iniciar o meu exercício. Será muito diferente? Exceto a parte em que nos feriados não me levanto a essa hora.

A principal reflexão tem a ver com as nossas opções e a forma como nos identificamos com elas. As maioria das pessoas vê ambos exemplos como excentricidades (não é normal!!). Tal como o exercício matinal é uma componente suficiente forte da minha identidade para tirar da cama muito cedo, também o trabalho pode ser um componente suficientemente forte da identidade de outras pessoas para as fazer saltar da cama de madrugada. A chave está na carga emocional e de identificação desses aspetos, que fazem com que a mente as prioritize e origine ação em conformidade. O que é normal para uns não é para outros.

Para o nosso ego, exercício às 06h30, trabalho às 07h30, ajudar os filhos a estudar, colocar o jantar na mesa, correr uma maratona, ver um jogo de futebol, ler um clássico, fazer uma viagem às caraíbas, jantar marisco, beber um Porto Vintage, passar um fim de semana na natureza, fazer voluntariado, ir à missa ou jantar com os amigos podem ser atividades de igual satisfação ou realização, conforme as consideremos importantes para nós. Tudo depende do papel dessa componente na nossa auto imagem / identidade.

12
Jun17

Daily journal - 12/06/2017

Vida de sonho

Pausa longa nas entradas, fruto de uma deslocação a Lisboa, em trabalho. Foi interessante, produtiva e ajudou nesta fase de regresso a maior dinâmica profissional. Estar perto do local de decisão implica contacto com a dinâmica da empresa. Isso é contagiante e ajuda-nos a estar integrados e alinhado com os objetivos e caminho da organização.

A distância tem custos elevados. A motivação fica baseada no nosso interior e se a nossa identificação com o trabalho é baixa, o caminho é a diminuição das performance, contributo e satisfação profissional.

Bem, após dois parágrafos tão profundos, bem posso ficar por aqui...

07
Jun17

daily journal - 07/06/2017

Vida de sonho

E cá está, o prometido junho quente chegou. As temperaturas metereológicas sobem hoje, o estudo para o curso de vinhos intensifica e no trabalho a mudança acelera. Haja energia e motivação para levar barco em frente. Tem que haver, pois claro.

Na vida prática vou responder da melhor forma, mas sempre com o trabalho interior em fundo. Perceber a nossa verdadeira natureza leva-nos a retirar energia às manifestações do ego. Assim, a vida rola e fazemos o que temos a fazer sem grande turbulência interior. Isto acontece de duas formas: mais profundo, a irrealidade do mundo, ou seja, apenas a consciência é real e tudo o resto é uma projeção da mente; mais terra a terra, ao não darmos ouvidos ao ego não exigimos que as coisas aconteçam como nós queremos, portanto, aceitamos o que a vida nos coloca à frente e respondemos da melhor forma.

Enquanto as coisas acontecerem assim, estamos bem, muito bem.

06
Jun17

Daily journal - 06/06/2017

Vida de sonho

Esta semana devo visitar a capital, em trabalho. Novo projeto a arrancar e reunião da equipa nos momentos iniciais. É sempre engraçado, aproxima as pessoas e reforça o espírito de equipa.

Este mês de junho tambem terá alta componente vínica, já que se aproxima a fase 3 do meu curso e é preciso estudar e praticar. Também ao nível familiar há alguma ação, mas gerível. Vai ser um mês agitado, mas espero que agradável. Tem tudo para ser, especialmente se eu o abrodar como tal.

05
Jun17

Daily journal - 05/06/2017

Vida de sonho

O dois últimos fins de semana apresentavam a agenda cheia. Passaram... Agradáveis, mas intensos. Está a faltar descanso. Sinto isso nas viagens de metro, onde o sono se impõe.

A acelerar está a vida profissional. Nova estrutura em implementação e já se pede resultados. É a vida acelerada das empresas, em que se está sempre a correr, sempre a necessitar de mostrar trabalho, a justificar o posto de trabalho ou uma promoção. The show must go on... Vamos colocar mãos à obra e mergulhar numa semana intensa.

01
Jun17

Daily journal - 01/06/2017

Vida de sonho

As mudanças no trabalho mostram um aspeto positivo. Com equipa maior, a necessidade de coordenação é reforçada. Os elementos que reforçaram a equipa são seniores, ou seja, temos mais capacidade de criar impacto. Resultado, é ainda mais desafiante para mim, esta dinâmica vai exigir um nível de performance num patamar superior. E a verdade é que estava mesmo a precisar disto. Há uma sensação de regresso a uma relação mais ativa com o trabalho.

O trabalho espiritual continua a ser a minha base. Ontem, percebi de forma reforçada uma ideia fundamental. Tudo é consciência, que é também existência. O mundo que experienciamos não contém existência, a existência não é um atributo. O que experienciamos é existência sob diferentes formas. As formas não têm existência; a própria existência é que se manifesta sob diferentes formas. Uma mudança na forma de ver as coisas que faz muita diferença.

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D