Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Sonho

Todos os dias temos uma decisão a tomar: o que vou fazer com a minha vida? Por aqui registo reflexões sobre essa guerra.

Vida de Sonho

26
Abr18

O corpo como um filho

Vida de sonho

Ontem foi feriado e um dia muito agradável. A criançada deixou-me dormir mais um pouco, saímos para um cafezinho no final da manhã, tudo sereno e bem disposto. Os encontros sociais acabaram por me proporcionar um almoço e uma tarde solitários, em casa.

Revelou-se excelente, porque consegui fazer algumas coisas com significado. Um excelente almoço, sopa, omelete e uma excelente salada; entregar o IRS da sogra; ver uma palestra de Swami Sarvpriyananda (The Secret of the 5 Sheaths); atualizar as finanças do clube; fazer umas pequenas arrumações e ainda deu para uma boa meditação. Aconteceu o tal equilíbrio entre as responsabilidades e o lazer, bem como, neste caso, o trabalho espiritual.

No decorrer da palestra, uma ideia muito interesse materializou-se no meu consciente. Devemos olhar para o corpo como um filho. É função da mente, do ego, cuidar do corpo. Este necessita alimento, abrigo, roupa, tratamento se adoecer, descanso, exercício, etc. É nossa responsabilidade cuidar dele, quase que como cuidar de um filho. É uma ideia muito estranha, porque temos tendência para sentir que somos o corpo tanto como somos a mente. Mas a verdade é que não. Mesmo numa visão materialista, o corpo é um aglomerado, no mínimo, é um jardim zoológico de bactérias. E não forma um conjunto coeso com a mente. Por exemplo, o exercício é saudável, muito importante para o corpo. Ora a mente prefere, tantas vezes, uma boa sessão de televisão no sofá. Sabemos bem que os doces são prejudiciais ao nosso corpo. Vamos negar o prazer que os doces proporcionam? Esse prazer não é o corpo que o sente, mas sim a mente. É uma sensação que a mente associa a algo positivo. Curiosamente, algum tempo depois, li este testemunho do Miguel Araújo, músico, sobre o impacto da alimentação na sua saúde e na sua carreira.

Um feriado relaxado, com tarefas feitas, reflexões e família. Excelente, um tipo de dia raro nos últimos anos, mas que me faz muito bem.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D