Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Sonho

Todos os dias temos uma decisão a tomar: o que vou fazer com a minha vida? Por aqui registo reflexões sobre essa guerra.

Vida de Sonho

06
Nov18

Ação e mente

Vida de sonho

Muita agitação mental no dia de hoje. Desde o momento em que o despertador tocou, os níveis de energia mostraram-se elevados. Associado a isso, a disponibilidade para a ação também estava em alta.

É sempre bom termos dias com energia e vontade de fazer coisas, o outro lado da moeda é a agitação mental. Quando estamos com o lado da ação ativo, a mente está muito agitada, frenética. Torna-se mais difícil parar e escrever ou até ter momentos de introspeção.

Há que aproveitar o pico de energia e resolver o que houver a resolver, porque a sensação de missão cumprida é uma ótima amiga de uma menta calma. Assim, no final do dia, se dermos seguimento ao pico de energia, a calma chegará e poderemos usufruir de momentos calmos e de grande satisfação.

05
Nov18

Organizações e família

Vida de sonho

Nova funções no trabalho, hoje é um dia simbólico: mudança física para junto da nova equipa. Há uma mudança cultural em curso na empresa, procura-se um ambiente de trabalho mais próximo, informal, colaborativo, enfim, seguir o modelo que os livros de gestão sugerem.

Assim, esta aproximação física tem tanto de simbólico como de importante. É simbólico no tema da proximidade e importante pela facilidade de comunicação. É mais fácil levantar os olhos e falar, do que ter que nos levantar da cadeira para ir ter com quem queremos falar.

A grande verdade é que as organizações são pessoas. Há pessoas com responsabilidades de gestão, outras comerciais, outras de sistemas, outras financeiras, etc... Mas é a colaboração entre elas, um contributo para objetivos comuns que possibilita a sobrevivência e o sucesso das organizações.

Há outra realidade muito semelhante, as famílias. Uma família começa com a vontade de duas pessoas estarem juntas, percorrerem um caminho em conjunto. Há uma característica comum entre uma família e uma organização tipo empresa, hospital, câmara municipal, etc.: é consituída por pessoas. Assim, é o grau de empenho das pessoas em tornar realidade objetivos comuns que ditará o sucesso de uma família.

Quando estamos em sistemas de várias pessoas, é a capacidade de todas remarem para o mesmo lado que dita o sucesso. Mas não esqueçamos que cada pessoa rema se acredita que está a remar para o lado certo. É muito importante que o indivíduo sinta que faz sentido. A pertença àquela organização e as suas ações do dia a dia são um contributo para o bem estar do próprio e do grupo. E aqui está o grande desafio: ter egos orientado na mesma direção.

02
Nov18

Introspeções poderosas

Vida de sonho

Hoje o dia começou calmo. Arranque sereno em casa e viagem calma no metro. Foi muito interessante, porque quando há menos agitação mental, consegue-se outra profundidade na introspeção.

Habitualmente, sentimo-nos uma pessoa, que tem um corpo e um cérebro que dispara pensamentos a toda a hora, tal como sentimentos, opiniões, etc... Quando paramos um pouco e observamos o que se passa no nosso interior conseguimos identificar pensamentos e sentimentos. Significa isto que a nossa atenção está a observar o fluxo constante de pensamentos. Depois há momentos em que a introspeção vai mais fundo, há momentos em que observamos a nossa própria atenção. Ouvimos algo e reparamos como a atenção se foca nesse som, vemos como a atenção repara na respiração, no bater do coração, etc...

E o que signifca isso? Significa que o nosso ser observa esses fenómenos, sim observa a respiração e o bater do coração. Se observa, então é algo exterior. Se é algo exterior, então não sou eu que faço o corpo funcionar, o "funcionamento" está acontecer de forma espontânea. Se a atenção alterna entre objetos de observação e eu observo, então eu não sou o agente, não oriento a atenção. Há um ruído e a atenção vai para lá. Mas eu não dou instruções para que tal aconteça, acontece de forma espontânea.

Estes momentos são fundamentais quando estamos num processo de autoconhecimento. Pensamos que somos este fluxo permanente de pensamentos, mas se formos mais fundo, somos o observador permanente e imutável desses pensamentos. Isto não é filosofia, teoria ou o que se quiser chamar. É a nossa experiência, é o que acontece quando paramos e simplesmente observamos o que está a acontecer.

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D