Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Sonho

Todos os dias temos uma decisão a tomar: o que vou fazer com a minha vida? Por aqui registo reflexões sobre essa guerra.

Vida de Sonho

23
Fev16

Daily journal - 23/02/2016

Vida de sonho

A caminhada continua. Esta semana estou a puxar um pouco mais pelo físico, após ver uma conferência de Arnold Schwarzenegger. A conferência era sobre sucesso, mas também falou de fitness e musculação. A certa altura referiu que quando trabalhamos pesos devemos fazê-lo até falhar. Claro que estou a fazer a experiência e vamos ver os resultados.

No trabalho a luta continua. Para subir o nível tenho de me superar e o saboteur não baixa os braços, não deixa os créditos por mãos alheias. Daí a importância dos hábitos e rotinas para vencer pelas persistência e consistência.

Estou a dar mais importância à minha posição na bolsa, porque assegurar rentabilidades das poupanças é fundamental. Mas antes há que não perder dinheiro e preservar o capital.

Vamos continuar a lutar, porque o sonho da independência financeira é para agarrar e só com o meu esforço posso conseguir.

12
Fev16

Daily journal - 12/02/2016

Vida de sonho

Ontem tive um momento bastante positivo e com potencial para criar valor para a empresa. Numa reunião com a área jurídica lancámos as bases para uma intervenção muito rápida na retificação de anomalias. Estamos num campo em que se cria valor, estamos a plantar processos de controlo e intervenção imediata sobre os problemas detetados.

A verdade é que, dentro das funções atuais, já tenho uma visão para o que pretendo fazer. Assim, estes pequenos passos acontecem com naturalidade, com a força motriz de concretizar essa visão. Isto acontece em tudo na vida. No meu caso, os temas do exercício e da alimentação estão a seguir com toda a normalidade o percurso que sempre sonhei. Apenas decidi avançar e isso fez toda a diferença. São coisas que dependem de mim, portanto, os avanços foram à medida do meu empenho em os realizar.

E o que quero para minha vida? O meu sonho é ter património que gera rendimentos suficientes para me poder dedicar a usufruir da magia que é estar vivo. Usufruir da natureza; admirar o mundo à minha volta; dedicar-me ao conhecimento e aos meus hobbies; contribuir para a sociedade e ajudar os mais desfavorecidos. Mas para isso necessito acumular património e neste momento só o meu trabalho me pode proporcionar isso. Então, qual o motivo para esta prisão? O que me prende? Por que não ataco esta zona de desconforto com a determinação de quem luta pelos seus sonhos?

Tenho que ser realista: o meu subconsciente não está motivado para esta visão, não é mobilizadora. Ele quer paz interior, vida familiar harmoniosa e bem estar com a vida. Não quer dinheiro ou património, embora necessite dele para viver esse seu desejo na plenitude. Ele sabe que o lado material vem do ego e apenas o valoriza em situações sociais, onde entram as comparações e os estereótipos. Aqui está o novelo que tenho que desembrulhar.

11
Fev16

Daily journal - 11/02/2016

Vida de sonho

A evolução, o crescimento, têm o seu preço. À medida que as coisas ficam mais claras, começo a ter consciência do que não está claro.

Nesta fase, onde necessito de mais empenho é na área profissional. Encostei aos limites e estou a puxar-me para fora da zona de conforto para evoluir. Mas, de facto, os anos de rotinas e formas de ver a vida e o mundo têm muita força. Está a custar e a causar algum desconforto, alguma tristeza, porque é algo muito importante para o futuro.

Preciso clarificar o que quero e o que estou disposto a fazer para o ter. Evoluir e ter folga financeira foi sempre uma aspiração minha, mas percebo agora que não era suficientemente forte para me fazer agir. Melhorar o desempenho, evoluir na carreira e ter conforto financeiro são os meus meios atuais para poder construir a minha liberdade e, depois, a minha independência financeiras. Liberdade é não depender do rendimento mensal, ou seja, ter poupanças para um certo número de meses de sobrevivência; independência é ter património que gera rendimentos suficientes para viver sem necessitar de trabalhar. Saber o que queremos é fundamental para o nosso cérebro poder atuar.

04
Fev16

Daily journal - 04/02/2016

Vida de sonho

A luta continua. Dia após dia novos passos são dados para evoluir no sentido de dar o meu melhor e construir a pessoa que sempre quis ser. Estou a avançar e a descobrir que onde tenho mais caminho para andar é na área profissional. É nessa área que vou necessitar investir mais tempo e esforço em 2016.

Tudo isto com um objetivo final. Viver realizado e despreocupado das coisas materiais, para poder usufruir de forma mais completa desta experiência maravilhosa que é a vida. Claro que não podemos esperar, temos que viver o dia a dia, mas isso não pode impedir de darmos o noss melhor no trabalho e termos uma postura de melhoria e visão de longo prazo.

 

19
Jan16

Daily journal 19/01/2016

Vida de sonho

Hoje, em viagem de comboio para Lisboa, tenho mais tempo para pensar no meu ano de 2016. Os objetivos estão definidos, a hora é de trabalhar para os concretizar.

O trabalho é uma das minhas maiores preocupações este ano. Ainda estou desenquadrado na minha vida profissional, mas o meu trabalho espiritual vai ajudar-me muito a desatar esse nó. Por agora, o objetivo é evoluir em termos mentais e de performance e construir o tipo de profissional que quero ser. Preciso melhorar produtividade, focar nas prioridades e acrescentar valor. Está tudo nas minhas mão e as condições para fazer um grande trabalho estão reunidas: depende de mim, permite aprofundar os temas, estimula a criatividade. A minha vontade, a minha mindset, o meu empenho, farão a diferença.

Por outro lado, este ano será de viragem na gestão financeira. A preparação do longo prazo já devia ter começado, mas mais vale tarde do que nunca. Este é o ano em que começamos a poupar 10% do nosso rendimento líquido para o longo prazo e, no meu sonho, para a independência financeira das próximas gerações. Se eu começar e a minha descendência continuar, os meus eventuais netos poderão não necessitar de trabalhar e terão condições para viver a vida como quiserem.

Também vou começar a meditar. No final do ano passado percebi que a felicidade acontece quando as nossas ações estão alinhadas com o nosso interior, quando corpo, mente e espírito estão a caminhar no mesmo sentido. O nosso crescimento é feito num ambiente social, portanto, o que "pensamos" é o que a sociedade nos hipnotiza desde que nascemos. Mas chega o momento em que necessitamos viver de acordo com o nosso interior e para isso a meditação é um apoio fundamental. O meu sonho é estar em harmonia comigo, os outros, o mundo e a vida.

Vou também investir no hobby da desgustação de vinho e iniciar a formação da Wine and Spirits Education Trust. É uma certificação reconhecida a nível internacional, por isso, é a formação que interessa.

Ajudar o próximo, dar, é outro passo importante, portanto, o apoio a familiares com necessidades será outro grande passo em 2016.

Os desafios são grandes (como têm que ser), a visão está lá, agora mãos à obra, porque só a ação pode tornar a visão realidade.

22
Dez15

Daily journal - 22/12/2015

Vida de sonho

Aproxima-se o final do ano, portanto, altura em que se faz balanços. Desta vez posso fazer um balanço, porque fiz o meu one page plan, tracei objetivos e tenho condições para avaliar.

3 áreas revelaram-se um sucesso: leitura, exercício e planeamento. Em rigor, evoluí mais do que o esperado. Excelente.

2 áreas mais complicadas, mas também onde fui mais ambicioso: trabalho e finanças. Ao nível profissional, a fasquia estava no topo, o que me fez pedalar. Assim, foi um ano de evolução, crescimento, mais na parte organizacional e mindset do que operacional. 2016 será o ano de impacto, resultados, foco no essencial, mas sempre a melhorar, a crescer. O lado financeiro está ligado a pequenos investimentos na bolsa. Melhorei a minha postura, mas ainda tenho um longo caminho a percorrer. Estou cada vez calmo com o mercado, o que é muito importante para os próximos passos. A escolha de títulos e os pressupostos para abertura de posições têm dado mais confiança.

No próximo ano, a espiritualidade e quebrar zonas de conforto serão prioridades. A grande lição ou conclusão deste ano 2015 é que tudo deve estar alinhado com a visão para a nossa vida. Nesse sentido, o meu grande desafio para 2016 é aprofundar o auto conhecimento, através de meditação, para chegar à minha essência e definir o meu percurso em conformidade com o meu mais profundo interior.

14
Dez15

Daily journal - 14/12/2015

Vida de sonho

Arranque de nova semana com novidades. O meu cunhado emprestou-me uns pesos, portanto, o meu dia inicia mais pesado. Comecei por treinar com uns pesos de 5 kgs, a carga ficou insuficiente, portanto, estou em pleno upgrade para os 7/8 kgs. É assim a evolução: aos poucos, mas consistente, permanente.

O ano está a terminar e o próximo em preparação. Ainda não acabou, tenho coisas para fazer que podem mudar o balanço para melhor, mas muito foi feito. Essencialmente, uma nova dinâmica foi lançada e os resultados vão aparecer em consequência. Uma das consequências é que estou a trabalhar nos objetivos para 2016 de forma muito mais profunda, objetiva, focada e determinada.

A procura de contacto com a minha essência continua e será o foco nº 1 para 2016.

06
Nov15

Daily journal - 06/11/2015

Vida de sonho

Que pausa nas minhas escritas... Não pode ser, faz-me falta, adoro este momento no meu diário online.

Esta é a semana em que as mudanças estão a ser implementadas no terreno. Não está a custar tanto como isso; na verdade, livrar-me de temas menos produtivos, com menos impacto, está a ser um relativo alívio. Mas falta o outro lado da moeda. Há que puxar para avançar e aprofundar os temas que ficaram sob minha responsabilidade. Evoluir, sair da zona de conforto, atingir novos patamares de produtividade e criação de valor.

Entretanto, o meu sonho de independência financeira vai ganhando espaço no meu interior. Nestes dias vi uns vídeos da década de 80 por Bob Proctor, seminários em que falava da lei da atração, e mantêm-se muito atuais. As táticas são tão simples como gastar menos do que se recebe e investir a diferença. Mas há que ir mais longe: estabelecer um objetivo longo prazo e construir a nossa vida para o atingir.

21
Out15

Daily journal - 21/10/2015

Vida de sonho

Ontem foi dia de notícias difíceis devido a doença de um familiar. Estes momentos colocam muita coisa em causa, abanam o nosso íntimo, colocam-nos em contacto com a nossa mortalidade.

Tristeza e dor aparecem, mudam o nosso estado de espírito, que perde vivacidade por momentos, cedendo a alguma melancolia. Mas só nós é que paramos. O mundo continua a girar, os filhos precisam de cuidados, temos que aparecer para trabalhar, o despertador toca, o exercício espera-nos e um novo dia inicia.

Se a mortalidade é um dado adquirido desde que nascemos, todos os dias temos uma decisão a tomar: como vamos viver esta dádiva chamada vida.

Cada vez mais sou grato por estar vivo, por poder experienciar a vida. Sem dúvida pretendo aproveitar, saborear e dar significado aos meus dias. O meu último dia chegará e quero sentir a serenidade de missão cumprida e uma história de luta e trabalho pela minha visão, seguindo os meus valores e ideais.

20
Out15

Daily journal - 20/10/2015

Vida de sonho

Isto não é tudo um mar de rosas. Noite agitada, atraso no início da manhã, energia em baixo, ligeiro atraso na chegada ao trabalho. Agora estou sentado na secretária, com o café matinal ao lado, a pensar que tenho que tomar uma decisão. A forma como o dia decorrerá a partir daqui depende da minha vontade. O que quero? Arrastar-me durante o dia à espera que chegue a hora de dormir? Ou dar a volta e aproveitar mais um dia que eu tenho o privilégio de viver?

Hora de sonhar. O meu sonho é uma vida de desenvolvimento pessoal e de usufruto do que esta experiência mágica chamada vida tem para nos dar. Cultivar os meus hobbies, conhecer o mundo, cultivar a minha mente, apoiar os mais próximos. É isto que estou a construir, é o caminho que tenho que percorrer todos os dias. Incluindo hoje!

Ao ataque, if you do the work you'll get the results.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D