Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de Sonho

Todos os dias temos uma decisão a tomar: o que vou fazer com a minha vida? Por aqui registo reflexões sobre essa guerra.

Vida de Sonho

29
Mar16

Daily journal - 29/03/2016

Vida de sonho

Terminou o fim de semana de Páscoa de 2016, após mais uma estadia zen pelo Alentejo. Nada comprova melhor o zen do que o fabuloso jet lag com que o dia iniciou.

Nem tudo são rosas, mas adoro ir lá...

Regresso à realidade e à luta do dia a dia. Esta luta foca-se, essencialmente, no trabalho, a área onde tenho mais por fazer. Na semana passada, o momento da avaliação correspondeu a uma clarificação dos últimos tempos e do que se espera para este ano. Assim, regressa o 90/90/1, tática do meu amigo Robin Sharma, que no ano passado me proporcionou resultados e evolução em áreas importantes.

Ontem, na viagem de regresso, mais uma vez a minha cabeça vagueou pela liberdade, a independência do trabalho enquanto necessidade, enquanto fonte de rendimento para me sustentar e aos meus. Usufruir da magia da vida, conectar e conhecer o mundo, é algo que já me sinto capaz de fazer, dedicar a minha existência.

08
Mar16

Daily journal - 08/03/2016

Vida de sonho

Há mais de um ano e meio que contactei com o meu "amigo" Robin Sharma, via facebook. Decorria o ano de 2014, difícil, muito difícil, estava a sentir a minha força anímica a cair a pique, fruto de alguns problemas de saúde a nível familiar, felizmente passageiros. Nesse verão decidi que era hora de reagir e aprofundar o conhecimento do trabalho de RS foi uma ajuda importante. Por um lado, porque contactei alguns conceitos que partilhava naturalmente e estavam adormecidos; por outro, foi uma fonte de motivação e orientação que chegou na hora certa. Esta introdução a propósito de quê?

A propósito de uma reflexão desta manhã. Só agora começo a sentir verdadeiramente interiorizados alguns conceitos que estive a trabalhar neste período, o que nos dá clareza de ideias. O que está cada vez mais claro é a estrutura, os passos a seguir.

O início começa por sabermos o que queremos. Necessitamos articular a nossa visão de uma forma límpida e cristalina. O que queremos para a nossa vida, para a próxima década, para o ano em curso, etc...

Depois, é necessário acreditar que é possível concretizar essa visão. Nós temos muitas prisões internas, uma natureza avessa à mudança e viciada na zona de conforto. Fazer com que o nosso subconsciente acredite é um trabalho desafiante.

Segue-se fazer o plano. O que vou fazer para concretizar? Depois de sabermos o que queremos e interiorizarmos, estes "como" vão aparecer, porque o nosso cérebro já está focado.

Depois, ação, ação, ação...

Isto parece básico e simples, mas sedimentar estes conceitos e alinhar a ação do nosso interior é bem mais complicado do que parece. Finalmente começo a sentir-me a mover em bloco para os objetivos, o que é um grande avanço.

01
Mar16

Daily journal - 01/03/2016

Vida de sonho

Ajustei o meu despertador para as 06h00. Parece impossível como é tão fácil levantar a esta hora. É verdade, quando estamos a trabalhar nas coisas mais importantes para nós não custa. Levantar para fazer exercício e planear o dia antes do chuveiro é uma motivação extra. Estou a aproximar-me aos poucos da holy hour do meu amigo Robin Sharma e da sua tática 20x20x20. Sendo que preciso de 30 a 40 min de exercício, a minha versão será sempre adaptada. Mas esta pequena evolução está a ser muito importante, porque abre algum tempo para escrever umas linhas neste diário, o que adoro.

O desafio na área profissional mantém-se como o mais duro. A verdade é que há um desequilíbrio entre a prioridade que o trabalho tem na minha vida e o que eu quero obter dele. Este é o ponto fulcral que tenho que trabalhar este ano. Preciso pensar, escrever, praticar, à volta deste tema, de forma a conseguir o alinhamento e atingir maior harmonia.

A gestão financeira das poupanças é um tema crítico. Utilizando uma ideia de Tony Robbins, necessitamos criar uma "money machine", que trabalhe para nós, que faça dinheiro enquanto dormimos. Para tal, estou a criar um fundo com 10% dos rendimentos líquidos anuais e a estudar formas de rentabilizar esse dinheiro. Para já, vou começar com obrigações. É um ativo com mais risco do que o depósito a prazo, mas também com mais rentabilidade. Digamos que é o primeiro patamar para quem quer elevar a sofisticação da gestão financeira pessoal.

26
Jan16

Daily journal - 26/01/2016

Vida de sonho

O primeiro mês do ano está a terminar e já tenho mudanças em curso para caminhar no sentido dos objetivos de 2016. É muito bom já ter ideias e algumas ações implementadas, porque quanto mais cedo entrar no ritmo e estabelecer rotinas, mais cedo a dinâmica acontece e aumentam as probabilidades de sucesso.

Tenho utilizado táticas da área do desenvolvimento pessoal - coisas de Robin Sharma, Jack Canfield ou Tony Robbins - que têm ajudado muito. Na verdade, ter uma ação orientada, focada, precisa, origina resultados muito melhores do que ideias vagas, desejos, orientações gerais. É inegável.

O principal desafio é na área profissional, este ano há que subir a parada, passar em definitivo para a criação de valor: implementar os controlos automáticos, transmitir os mapas para o GACT e defender a rentabilidade, a lealdade na concorrência interna e o cumprimento da estratégia da empresa. Criar valor com a colaboração no acompanhamento do cumprimento da políticas comerciais da empresa.

07
Jan16

Daily journal - 07/01/2016

Vida de sonho

Depois de um ano de evolução, em que estiquei até ao limite da zona de conforto e o ultrapassei em algumas áreas, 2016 mostra-se muito desafiante.

Os maiores desafios estão na área profissional. Mudança de funções, maior especialização, período de transição e efetivo rompimento da zona de conforto. Este ano, para evoluir, preciso de mais coragem, mais força, mais determinação. Necessito desligar de modelos, formas de pensar e atuar antigas. É nesta área em que o meu potencial está menos explorado, onde estive mais cego nos últmos anos, ao descartar a necessidade de me superar permanentemente e acomodei-me numa área de conforto ilusório. Lembro-me muito bem de uma ideia de Robin Sharma "disrupt or be disrupted". Aconteceu comigo no ano passado. Fui disrupted por uma reestruturação na empresa. Não foi nada mau para mim, mas foi mais uma demonstração que de um dia para o outro as coisas mudam.

Outro desafio maior é enfrentar os meus medos, mais uma vez muito centrados na área profissional. O receio de mudar, trocar esta ilusória estabilidade pela incerteza quanto a trabalho e dinheiro que necessito para a família é muito profundo em mim. Se quero evoluir na vida tenho que trabalhar este sentimento e abrir-me para o mundo.

A minha vantagem é que o identifiquei, chamei-o pelo nome e, portanto, estou em condições de o combater. E, sem dúvida, vou fazê-lo.

2016, desafiante, difícil, mas com tanto para me dar, tanto para ganhar... E tanto nas minhas mãos.

10
Dez15

Daily journal - 10/12/2015

Vida de sonho

Ontem foi mais um belo dia. Robin Sharma fez mais um webinar com as suas ideias, desta vez a propósito do seu novo curso online Game Changers Blueprint. Dois aspetos muito positivos: preparou um documento para acompanhar o vídeo e passou menos ideias, com a ajuda do documento, de forma mais organizada. Contactar com estes conceitos de desenvolvimento pessoal é algo muito estimulante. Mexe com o nosso interior, faz-nos pensar no que queremos da vida e quando começamos a atuar, a nossa vida muda na direção que queremos, portanto, para melhor.

O processo continua, agora de forma mais espiritual, à procura da minha essência, do meu lugar no mundo e da minha missão nesta vida. Ainda algo dividido, porque tenho que reconstruir alguns fundamentos dos últimos 20 anos da minha vida, mas o caminho é esse.

 

21
Set15

Daily journal - 21/09/2015

Vida de sonho

Este mês de setembro está a ser ótimo. No trabalho, o período de férias está recuperado e já adiantei de forma substancial os principais temas que farão a diferença para terminar 2015 muito bem. A semana passada foi excelente neste aspeto.

Este fim de semana também foi muito bom na componente familiar. Diversos eventos, muito agradáveis e com um almoço de domingo especial. Foi um almoço sobre a temática do desenvolvimento pessoal, em especial sobre a abordagem do meu amigo Robin Sharma, cuja filosofia acompanho de perto e cujas táticas utilizo parcialmente (com grande sucesso, diga-se...).

Assim, inicio a semana cheio de força, energia e motivação para continuar a construir a minha vida de sonho. Tenho motivos acrescidos para tal, porque prevê-se a necessidade de ajudar várias pessoas da nossa família e é uma responsabilidade para assumir. Para tal, é necessário começar a construir de imediato.

Sempre, sempre, sempre, lembrar: If you do the work, you'll get the results.

14
Set15

Daily journal - 14/09/2015

Vida de sonho

Arranque de nova semana, que sucede a outra bem positiva. A semana finda foi muito boa, em termos profissionais. Recuperação de férias quase a todos os níveis, mas, sem dúvida, os mais importantes estão OK.

A experiência com a tática 90/90/1 (do meu amigo Robin Sharma) está a ser um sucesso, os 90 minutos dedicados aos meus objetivos mais importantes e com mais impacto estão a mostrar avanços importantes, como não poderia deixar de ser. O mais importante é o lado emocional. Atacamos os temas críticos, percebemos os avanços, acreditamos que é possível e tudo se torna positivo, alcancável. A nossa força motriz interior desperta para uma sensação de possibilidades e os nossos sonhos e projetos começam a parecer alcançáveis.

É nesse sentido que o meu sonho e objetivo de atingir a independência financeira, através do desenvolvimento das minhas capacidades profissionais e de investimento de poupanças, me parece cava vez mais possível. O meu interior começa a dar sinais que acredita, que vai acontecer. Conseguir melhorar a minha vida e de quem está à minha volta será um motivo de realização tremendo.

Mas mão à obra, porque é preciso fazer as coisas acontecerem. Como? If you do the work you'll get the results.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D