Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida de Sonho

Todos os dias temos uma decisão a tomar: o que vou fazer com a minha vida? Por aqui registo reflexões sobre essa guerra.

Vida de Sonho

12
Fev16

Daily journal - 12/02/2016

Vida de sonho

Ontem tive um momento bastante positivo e com potencial para criar valor para a empresa. Numa reunião com a área jurídica lancámos as bases para uma intervenção muito rápida na retificação de anomalias. Estamos num campo em que se cria valor, estamos a plantar processos de controlo e intervenção imediata sobre os problemas detetados.

A verdade é que, dentro das funções atuais, já tenho uma visão para o que pretendo fazer. Assim, estes pequenos passos acontecem com naturalidade, com a força motriz de concretizar essa visão. Isto acontece em tudo na vida. No meu caso, os temas do exercício e da alimentação estão a seguir com toda a normalidade o percurso que sempre sonhei. Apenas decidi avançar e isso fez toda a diferença. São coisas que dependem de mim, portanto, os avanços foram à medida do meu empenho em os realizar.

E o que quero para minha vida? O meu sonho é ter património que gera rendimentos suficientes para me poder dedicar a usufruir da magia que é estar vivo. Usufruir da natureza; admirar o mundo à minha volta; dedicar-me ao conhecimento e aos meus hobbies; contribuir para a sociedade e ajudar os mais desfavorecidos. Mas para isso necessito acumular património e neste momento só o meu trabalho me pode proporcionar isso. Então, qual o motivo para esta prisão? O que me prende? Por que não ataco esta zona de desconforto com a determinação de quem luta pelos seus sonhos?

Tenho que ser realista: o meu subconsciente não está motivado para esta visão, não é mobilizadora. Ele quer paz interior, vida familiar harmoniosa e bem estar com a vida. Não quer dinheiro ou património, embora necessite dele para viver esse seu desejo na plenitude. Ele sabe que o lado material vem do ego e apenas o valoriza em situações sociais, onde entram as comparações e os estereótipos. Aqui está o novelo que tenho que desembrulhar.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D