Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida de Sonho

Todos os dias temos uma decisão a tomar: o que vou fazer com a minha vida? Por aqui registo reflexões sobre essa guerra.



Quarta-feira, 18.07.18

Não sabemos como viver

Por vezes sinto que não sabemos o que fazer com a nossa vida. Nascemos, identificamo-nos como uma pessoa e tornamo-nos prisioneiros dos nossos pensamentos.

O início de vida é o período mais feliz. Tudo aparece feito para nós, as nossas necessidades são satisfeitas pelos pais: habitação, alimentação, vestuário e cuidados de saúde - claro que em circunstâncias de pais empregados e enquadramenteo familiar saudável. Não faltam situações de pobreza e famílias disfuncionais, infelizmente. Mas a vida é bela, a existência é uma experiência de diversão e usufruto de pessoas, locais, coisas, etc... Nesse período, por outro lado, começa a nossa programação, somos educados, socializados, há regras sociais e convenções. O nosso ego consolida-se e a partir da pré-adolescência a necessidade de que as coisas aconteçam de acordo com a nossa vontade é cada vez maior. Aqui começa o sofrimento, que, provavelmente, nos acompanhará até ao fim dos nossos dias.

A vida vai proporcionar-nos experiências satisfatórias e menos satisfatórias. Nos momentos bons, está tudo OK, experienciamos um bem estar fugaz. Depois de um bom momento, a nossa mente começa de imediato a pensar no próximo. Nos momentos menos bons dramatiza-se, vamos abaixo, colocamos tudo em causa.

Acredito profundamente que a esmagadora maioria das pessoas não sabe/consegue gerir estas emoções. E isso acontece, porque achamos eu sinto isto, eu penso aquilo. E assim o tempo passa e nós sobrevivemos, sobrevivemos aos acontecimentos da vida e às emoções que geram.

Parece-me que não sabemos como viver, o que fazer com esta dádiva que é estarmos vivos. Tentamos, tentamos e tentamos, mas há sempre momentos de sofrimento que arrasam todas as coisas boas que se construiu. Já passei por várias fases, li bastante e contactei com muitos tipos de conteúdos diferentes e, mais uma vez, digo apenas os ensinamentos da área da espiritualidade ajudam a percorrer este caminho. Não sei o que é verdade e o que não é verdade, mas sei o que funciona melhor comigo. Obrigado, Vedanta, Laz Tzu e outros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Vida de sonho às 09:24


4 comentários

De Anónimo a 21.07.2018 às 23:06

A vida é uma merda e a culpa é do egoísmo dos nossos pais. Eles não tinham nada que nos gerar, nascemos sem ter pedido para tal e um dia vamos morrer, o que é terrível. Se não tivéssemos nascido não teríamos que passar por este terror. Não tenho filhos e não é por egoísmo é para os poupar ao sofrimento que representa ser, um ser vivo.

De Anónimo a 21.07.2018 às 23:42

Meu caro, você é um verdadeiro cromo. A ser verdade que o Sr. cromo não tem filhos, porque os quer poupar ao sofrimento que representa ser um ser vivo, então a conclusão é que o senhor é a única pessoa que conseguiu tal feito, isto é, evitou que os seus filhos sofressem.
Mas a pergunta é: quais são esses seus filhos?

De Anónimo a 22.07.2018 às 07:29

???? Bom dia,
Acho terrifiante o que me descreve na sua menssagem...
Em que os seus pais foram egoistas??? Em querer dar amor? Sou mãe de 3 crianças (19 egemeas de 11 anos) nao me considero egoista por ter dado a vida e dar amor... quando observo os meus filhos com quem sempre quiz ter uma relação de abertura não tenho o sentimento que tenham tal "rancor" para comigo...
Todos os dias tenho um amo te maman nao dos 3 eles manifestam se quando querem... sao livres Dre o dizer e sentem se livres de livrar as opiniões deles... teem liberdade Como mãe que sou, tenho uma certa dificuldade em ler o seu post... você pode estar a atravessar um período difícil... mas não ponha em causa o amor que os seus pais lhe portam... podem talvez não ser demonstrativos, mas estou convicta de que lhe trem muito amor.
Peço por favor que tome em conta os milhares de crianças que vivem em condições terríveis... sem pai nem mãe do lado deles.. sem nunca os terem conhecido. Que vivem sós... deixados por conta... vou lhe poupar os casos mais extremos.
Nao e necessário ter meios e o Omo os para viajar... certamente tem a net... abra o seu espiro e viaje na net... vera que na sua infelicidade, de certa forma superficial, há pessoas que talvez tenham mais razões para se lamentar e que portanto...
SORRIEM ..🍀🦋🍀

Após a chuva vem o 🌞

De Anónimo a 22.07.2018 às 13:07

Acho graça...Por acaso, já se colocou no lugar do outro, por acaso já pensou o que pode ter acontecido para a pessoa ter essa opinião, por acaso já penso se a pessoa tem a condição financeira igual à sua para poder ter filhos? Não será importante pensar antes de comentar? São as tais cortinas de resistência que vcs têm que fazem com que não queiram ou não estão ao nível da pessoa pra poder compreendê-la e o que conta é a vossa condição ou a sorte que têm na vida pensando que os outros são todos iguais, ou seja, os egoístas!...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.