Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida de Sonho

Todos os dias temos uma decisão a tomar: o que vou fazer com a minha vida? Por aqui registo reflexões sobre essa guerra.

Vida de Sonho

08
Nov18

Os quês da mudança

Vida de sonho

Mudança...

Eis uma palavra que cria arrepios na maioria das pessoas, a nossa necessidade de estabilidade e saber o que vai acontecer no futuro abana totalmente e as campainhas tocam no volume máximo. Há várias dimensões de mudança, hoje interessa-me mais a componente profissional. Estou em fase de mudança de funções. Após 10 anos na zona de conforto surge uma alteração. 2 reações mais fortes.

Em primeiro lugar, há um ligação emocional que é cortada. Tanto tempo na mesma área origina identificação, mas também propriedade. De certa forma, aquilo é nosso. A verdade é que não é, pertence à organização e coube-nos, durante um certo tempo, assegurar determinadas funções. Esse lado não correu muito mal, porque se estamos na zona de conforto os desafio são limitados. O funcionamento em velocidade de cruzeiro leva a alguma acomodação e a menor intesidade emocional associada facilita o "corte".

Em segundo lugar, a adrenalina. Entrar em novos temas, aumentar conhecimento e alargar as relações humanas acaba por ser estimuante. Mas isso é uma característica pessoal. Como tanta gente gosto de aprender, evoluir. Os dias no escritório estão com uma dinâmica renovada, a disponibilidade, a concentração, o empenho acabam por subir de nível.

Esta mudança acaba por ser boa para as duas áreas, porque há sangue novo, com outros conhecimentos, outras competências. Se tudo gerido com bom senso, não se estraga o que havia de bom e, com sorte, conseguimos acrescentar algo fruto da nossa experiência anterior. As organizações que alteram chefias com regularidade acabam por fazer algo que faz sentido, se bem pensado e se houver cuidado na escolha das pessoas.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Vida de sonho 12.11.2018

    É como tudo, tem vantagens e desvantagens. Nos dias de hoje, a capacidade de adaptação é importante, as coisas mudam cada vez mais e de forma mais rápida; mas também se pode perder profundidade com isso.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D